domingo, janeiro 06, 2008

Morreu o Luiz Pacheco

e pronto, não há mais grande coisa a dizer. Há menos um doido (dos bons) no mundo...

6 comentários:

Toni disse...

É uma grande perda e disseste bem, um dos bons doidos do mundo.

Só me apercebi do seu valor num documentário recente que vi na dois, e é um dos grandes nomes da nossa cultura. Viveu durante muito tempo na miséria, que descanse em paz.

Anónimo disse...

Foi tarde!

Anónimo disse...

Antes ele que o Chatex.

maf disse...

toni, o documentário repetiu ontem :)

a vida do homem foi um verdadeiro caos. um cromo dos de colecção!
quanto à obra literária, parece que deixou algumas coisas muito boas.

Toni disse...

Dada a sua preferência por "pitinhas", Luiz Pacheco em russo é Vladimir Nabokov.

A vida dele daria um belo filme...

alcoolico disse...

é dificil encontrar um depravado maior.
Um mau exemplo mesmo para os hóspedes das nossas cadeias